domingo, 29 de maio de 2011

" Tô feia, mas tô na moda"


Há uns anos atrás a frase dita pela cantora de Rap Tati Quebra Barraco fez um sucesso danado; a tal frase de efeito dita pela moça era supostamente uma defesa, muito bem empregada por sinal - " Sou feia mais tô na moda". Ou seja: não sou um parâmetro de estética, perfeita, e nem faço parte da fatia elitista do país, mas apesar disso estou famosa, ganho dinheiro... Isso talvez tenha sido o que Tati quis dizer ao proferir tamanha frase de efeito. E eu adorei. Embora não seja eu apreciadora do genero musical da cantora, adorei sua atitude. Essa introdução falando sobre a frase de Tati é o " link" para uma outra conversa - moda- A imposição da moda!
Dizem os estilistas, e os entendidos no ramo, que a nova moda transgride regras, e  hoje a moda é feita de liberdade, levando em consideração a condição de singularidade de cada um, e blá blá blá blá. Tudo mentira!!! Ainda existe imposição sim!! A mídia nos impõe uma padrão de beleza. Lógico que essa imposição é feita de maneira muito velada, quase imperceptível, ela é tão " delicada" que chegamos a acreditar que não somos regidos por ela, mas sim pelos nossos próprios gostos mutantes ( e como são mutantes). Outro engano. Exemplo disso são os esmaltes. Até pouco tempo atrás ninguém sonhava em ir a uma festinha de aniversário, festa comum, sem gente descolada, sem nenhum manifesto artístico... Com esmalte verde, ou amarelo gritante, pensavam? Mas um belo dia algum " gênio" da moda decidiu que essas cores ficariam lindas em unhas femininas de mulheres totalmente convencionais. Que ideia 



genial!! Agora a gente vê senhoras " carolas", moças virginais, vestindo roupas estilo " mamãe me arrumou" com unhas verdes gritantes. Puts, que estranho a combinação! fica totalmente incoerente.Acredito que as pessoas devem ter preguiça de se ver no espelho, ou de respeitar seu próprio estilo, então ficam seguindo modismos que não combinam com suas personalides; que não condizem com sua imagem, nem a imagem que outros fazem delas nem a que ela fazem de si próprio . É importante notarmos que tipo de pessoa somos nós, o que queremos mostrar pra o mundo, baseado nisso construímos a nossa imagem, nosso ' Layout' . Duro é quando o tal ' Layout ' não combina com o conteúdo, aí a coisa fica feia demais.
 Por isso embora não seja eu detentora da verdade absoluta deixo uma dica para quem quiser seguir:




Antes de sair por aí tentando se transformar naquilo que não é,  antes de comprar aquela " roupicha" super na moda, pense: isso combina  comigo? Não vá achar que o que ficou bonitinho lá na menininha da " Malhação" vai vestir bem em você. Lembre-se: a menininha da  " Malhação" passou horas sendo produzida por cabeleireiros renomados, maquiadores ultra profissionais, e além de tudo ela deve pesar uns trinta quilos a menos que você. Eu por exemplo não acho a magreza algo lá muito bonito, mas é feio demais vestir uma roupa que parece ser uns três manequins a menos do que o nosso, né mesmo? 
  Respeite-se, não deixe que um monte de estilistas afetados digam aquilo que você deve vestir. Se por acaso você decidir por um look rídiculo faça isso por sua conta e risco, e não pautada por imposição da moda. 
 Nada mais elegante do que sermos autênticos, verdadeiros, e respeitosos com a nossa própria imagem.
  A moda pode ser uma cilada, não caia nela!

Um comentário:

  1. Menina,que maravilha de postagem comcordo com tudo,tem pessoas que querem seguir a moda a qualquer custo,sem se importar se combina ou não com estilo de vida ou biotipo.
    Não digo que não sigo as tendencias,sigo sim!mas com todo cuidado de não ficar Bizarra.
    Aki,já estou te seguindo achei o seu blog útil e franco,venha ao meu cantinho tbm e se interresar participe do meu soreio de 1 aninho.
    Beijim e te aguardo

    ResponderExcluir

Olá DIVA!!! Adoooooooroo um comentário! Rsrsrsr... Fique a vontade e volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.